Ela foi a última pessoa que eu me despedi. Ela é eu. Eu sou ela. Descobrimo-nos iguais, descobrimo-nos teatrais, performáticas, passionais, loucas. Descobrimo-nos tarde demais! Mas não tarde o bastante para a nossa intensidade, porque somos intensas, coisa de escorpião dizemos juntas e entoamos “You know that I’m no good”. Fomos Pássaros, confidentes, amigas. E ainda somos, impossível deixar de ser. No aeroporto ela disse um até já, eu sorri e entreguei palavras escritas em papel. Quando o coração chora é difícil falar.

Rhaisa Muniz

Anúncios