Archive for Julho, 2011


Coleção de despedidas

Atravessei as vielas de Veneza a correr. Ele segurava a minha mão com força com medo de me perder. Ti voglio bene, disse ele. Yo también, respondi. Já na estação de trem perguntei: ¿como se dice adiós en italiano? Ele olhou e me beijou. Signora, il treno partirá. Mais um beijo. Acho que é assim que se diz adeus em italiano.

Rhaisa Muniz

Coleção de despedidas

Estou dentro do ônibus indo para Amsterdã. Deixo Londres e o seu tempo cinzento, deixo a Lua e todas as suas cores. Tenho Londres em mim, pensamentos nublados e olhar chuvoso.

A despedida foi aquela do dia-a-dia. Aquela de ir no Pingo Doce e já voltar. Tanto sofrimento antecipado, tanto ensaio, tantas xícaras… Para uma despdida cotidiana. Talvez seja meu inconsciente dizendo que vamos nos encontrar em breve.

A saudade aperta a cada quilometro percorrido. Eu choro pelas nuvens cinzas que estão no céu, respiro fundo para conter as lágrimas, impossível. Suas palavras de saudade perfuraram meu coração. Aquele coração embrulhado em plástico bolha que tenta se proteger desse mundo crazy.

London is crazy and the people are very crazy!

E por um momento não sei mais quem devora quem. Se eu devoro o mundo ou é ele quem me devora.

Rhaisa Muniz

ANTÓNIO JORGE/RAZÕES POÉTICAS
Máscaras 1000:Gramática de um aprendiz
PT
EXPOSIÇÃO

Montando a exposição nas piscinas municipais de Montemor-o-Novo.

http://www.escritanapaisagem.net/expo2011_antoniojorge